30
AGO
2015

Alves fica duas vezes em segundo e Toresan em quinto e sexto. Stedile vence ambas.

Posted By :
Comments : 0

Lucas Alves mantém a briga pelo título ao largar na pole e chegar as duas corridas a frente de Giacomello, agora a diferença diminui para 28 pontos com 132 ainda em jogo. Lucas Toresan, novamente tem fim de semana complicado, com diversas disputas ao longo do dia, tendo como maioria destas ocupando o quarto lugar, termina a primera prova em sexto, após toque com Grasselli e a segunda prova em quinto.

Fernando Stedile venceu as suas primeiras corridas no ano, e agora entra também na briga pelo título.

Confira o resumo de Bernardo Bercht:

SteP1

A Fórmula RS teve a batalha de uma “trinca de ases” pela vitória nas duas provas deste domingo em Guaporé. O campeão de 2014 teve soprar fogo pelas ventas para superar Lucas Alves e Marcelo Giacomello em duas provas recheadas de ultrapassagens na pista da Serra Gaúcha. No fim das contas, o piloto de Passo Fundo “abriu as contas” na temporada. Já que ainda não tinha vitória no cartel, venceu duas de uma vez.

E não teve moleza em nenhum momento. A categoria ainda largou com pista muito úmida em sua primeira bateria. Com a largada lançada, Lucas Alves conseguiu manter a dianteira, enquanto Stedile pulou de terceiro para segundo, à frente de Giacomello. O pelotão tinha que seguir o trilho e, inicialmente, Alves abriu alguma vantagem, enquanto Stedile era pressionado.

Inconformado com o terceiro posto, Giacomello foi para cima e conseguiu ultrapassar no miolo do circuito antes do safety car regulamentar. Mais atrás, a confusão estava armada, com um pelotão de cinco carros grudados pelas caixas de câmbio praticamente. Matheus Rouver dividiu a freada com Cali Crestani, tentou colocar por dentro na Curva 2 e acabou saindo de frente. As rodas dos carros se tocaram e o quarto colocado chegou a levantar um metro do chão. Com alguma habilidade e muita sorte, ele conseguiu evitar o muro e seguir na corrida, assim como Matheus.

RouverCali

Veio o safety regulamentar e com o grupo agrupado, mais pegas eletrizantes. Lucas vacilou na arrancada, Giacomello ficou encaixotado e Stedile deu o bote. O campeão não ia deixar de jeito nenhum a chance de vencer escapar. Na volta seguinte, tentou passar no fim da reta, mas ainda não tinha ação. Duas voltas depois colocou por fora, freou mais tarde, segurou a traseira e assumiu a liderança para não largar mais.

Giacomello não teve ação para atacar Lucas e o trio cruzou a linha de chegada assim, com Stedile vibrando muito com a vitória, enquanto o líder do atual certame e Alves mostravam alguma frustração. Antes, no bolo do fundão, ainda tinha muito o que rolar… Antonio Grasselli foi para cima de Lucas Toresan, emparelhou na Curva 1 e tentou por dentro da 2. Lucas apertou por dentro e ambos se tocaram, deixando Rouver avançar para quinto, fechando o pódio atrás de Crestani. Grasselli acabou parando com motor quebrado.

Grid invertido, mas Stedile de novo na frente

ToresanRouverGra

A segunda bateria teve uma história menos recheada de troca de tinta e curiosamente o mesmo resultado dos três primeiros. Com o grid invertido, Wagner Rouver partiu da pole, mas Stedile fez mais uma das suas arrancadas foguete para escalar a turma muito rápido.

Alves e Giacomello seguiram a balada, mas logo ficou claro que o piloto de Bento Gonçalves não tinha tanta sobra quanto os ponteiros. Alves passou a pressionar Stedile e o líder do campeonato a conservar os pontos do terceiro lugar.

Matheus Rouver, sem achar o acerto ideal para o fim de semana, ficou novamente envolvido com o duelo dos “branquinhos”. Os carros de cor branca, no caso, já que voltou a dividir freadas com Lucas Toresan. Alexandre Bragagnolo, enquanto isso, assistia a tudo de camarote. Cali Crestani não repetiu a performance a primeira bateria e acabou longe da briga deste pelotão em sétimo.

A bandeirada veio com 19 voltas a um ritmo alucinante na casa de 1min13s. Isso porque Lucas Alves nunca tirou Stedile de mira. Mas o gringo voador colocou o bico na frente e cruzou a 0s6 de diferença para faturar seu segundo troféu do ano no degrau mais alto do pódio. Além de Alves e Giacomello, Rouver e Toresan completaram os cinco primeiros.

A próxima etapa está marcada para os dias 18, 19 e 20 de Setembro no Autódromo Internacional de Rivera, no Uruguai.